quarta-feira, 16 de março de 2016

O árduo caminho...

Depois que fui fazer substituições na Rede Estadual acabei quase não saindo mais, apenas alguns meses em 2002 para lecionar mais uma vez em escola de idioma e em 2014 para lecionar português para estrangeiros por outra escola de idioma, porém, eu ia atá a casa dos alunos e nessa mesma época trabalhei como pedagoga em uma ONG e dei aulas particulares de alemão.
Mesmo trabalhando no Estado fiz várias outros trabalhos paralelamente, dei aulas particulares de inglês e português, aula de português para estrangeiro em escola, reforço escolar em escola especializada, aula de inglês em Escola de Educação Infantil, apoio psicopedagógico em escola de reforço, apoio psicopedagógico domiciliar, aulas de inglês em escola de idioma.
Além disso, nunca parei de estudar, depois que terminei minha licenciatura em Letras pela UNESP, fiz uma especialização em Análise do Discurso, outra em Psicopedagogia e outra em Ensino de Língua Portuguesa pela UNICAMP. Além de cursos de extensão pela USP e pela UNICAMP, o mestrado em Linguística na USP e outras duas graduações, Pedagogia e Serviço Social. Além de um curso de férias na Inglaterra. Tudo isso para crescer profissionalmente e para entender muitas coisas que não entendia dentro de meu trabalho.
Via crianças no sexto ano que era semi-analfabetas, indisciplina e procurava respostas para tudo isso. Achei-as não só nos cursos voltados para a minha área de atuação (Letras e Educação), mas também, no Serviço Social. Depois que me tornei também uma Assistente Social muitas outras coisas fizeram sentido pra mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário