segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Argumentação, debate e gravidez na adolescência

Nos dias de hoje é comum vermos adolescentes do nono ano do Ensino Fundamental grávidas.
Um bom projeto que é unir argumentação, debate e o tema em questão. Os passos que podem ser seguidos são, usando um projeto já trabalhado, são:


  1. Foi feito um debate em sala de aula sobre gravidez na adolescência quando os alunos tiveram a oportunidade de falar e discutir de uma forma mediada sobre o assunto e entender também o que é um debate, onde estavam os argumentos, etc.;

  1. Foram tiradas cópias Xerox de uma reportagem que foi publicada na Revista Capricho, da Editora Abril, no mês de abril de 2012 e essas cópias foram passadas aos grupos formados em sala de aula, grupos que eram compostos de uma média de 5 alunos;

  1. Com o texto em mãos eles tiveram que ler e discutirem juntos a reportagem que se chamava “Ferrou estou grávida” onde meninas que tinham tido filhos ou estavam grávidas davam seus próprios depoimentos;

  1. Depois eles copiaram perguntas de interpretação sobre o texto que foram colocadas na lousa em seus cadernos e em uma folha separada que deveria ser entregue à professora;

  1. Feito o trabalho escrito, os alunos partiram para a campanha de conscientização sobre a gravidez na adolescência fazendo cartazes em grupos que tentassem convencer os colegas de outras séries a não cometer esse erro (de ficar grávida, de usar camisinha, etc. );

  1. Os cartazes foram colados no corredor da escola onde circulam principalmente alunos dos oitavos e nonos anos, sendo que nos nonos anos é onde se tem uma grande incidência de alunas grávidas ou que já são mães;

  1. Depois um grupo de meninas se reuniu e com a câmera de vídeo da escola combinaram de virem a escola no período oposto ao que ela s estudam (à tarde) e entrevistaram colegas de várias séries que estavam grávidas ou já eram mães, onde elas contaram seus medos, as reações da família e o que esperam de seu futuro;

  1. As mesmas meninas se reuniram mais uma vez e foram juntas ao Posto de Saúde do bairro para que uma profissional de lá viesse dar uma palestra na escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário